Em estado de graça desde o título da Copa do Brasil, o Athletico não cansa de evoluir na tabela do Brasileirão. Venceu o Grêmio por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, pela 35ª rodada, e igualou a pontuação do próprio Tricolor na ponta de cima. Só não o ultrapassa pelo saldo de gols. Márcio Azevedo e Nikão, de pênalti, fizeram os gols da partida. O Furacão atinge 10 jogos de invencibilidade.

ASSISTA OS MELHORES MOMENTOS



O Athletico bateu o Botafogo por 1×0, na noite deste domingo (17), na Arena da Baixada, pela 33ª rodada do Brasileirão, em uma partida amplamente dominada pelo time atleticano, mas com direito a pênalti perdido e o VAR sendo acionado. Com gol de Thonny Anderson, o quarto dele no ano, o Furacão chegou aos 53 pontos, passou o São Paulo e assumiu a quinta colocação da Série A. O time volta a campo no próximo domingo (24), quando encara o Atlético-MG, às 16h, no Mineirão.

DUVIDO VOCÊ OLHAR PARA BAIXO E AJUDAR A GENTE




Reta final do Brasileirão! Neste domingo (17), o Furacão recebe o Botafogo, às 18h, no Joaquim Américo. A partida é válida pela 33ª rodada da competição nacional.

Os ingressos já estão à venda no tickets.athletico.com.brDepois do #DesafioFamíliaFuracão, as entradas ficaram mais baratas. Todos que vierem com camisa do Athletico pagarão meia-entrada = R$ 50!

As bilheterias e o cadastro biométrico estarão abertos no sábado (16) e no domingo (17), das 10h às 18h. A bilheteria visitante está localizada na Rua Petit Carneiro.

O ingresso é pessoal e intransferível. A entrada deve estar no nome e no CPF do torcedor que vai ao jogo. A biometria é obrigatória para todos os torcedores.*

As informações sobre as trocas de Timemanias serão divulgadas nesta sexta-feira (15).

*Exceto crianças de até 12 anos.

Mapa de acessos

Caso não consiga visualizar o mapa, clique aqui!

Valores dos ingressos
– Torcida do Athletico [todos os setores, exceto VIP e Camarotes]: R$ 50 a meia-entrada e R$ 100 a inteira
– Torcida do Botafogo: R$ 50 a meia-entrada e 100 a inteira
*Todos que vierem com camisa do Athletico pagarão meia-entrada = R$ 50!

Horários e pontos de venda
– Vendas pela Internet [tickets.athletico.com.br]
– Vendas nas bilheterias do estádio: sábado (16) e domingo (17), das 10h às 18h
*Visitantes na Rua Petit Carneiro
– Cadastro biométrico/troca de vouchers: sábado (16) e domingo (17), das 10h às 18h
*Visitantes na Rua Petit Carneiro
– Trocas de Timemanias: sábado (16), das 10h às 18h

Regras para meia-entrada
– Torcedores que vierem com a camisa do Athletico
– Estudante: apresentar no momento da compra e na entrada do estádio Carteira de Estudante com foto, data de validade e identificação do órgão expedidor. O original do comprovante de matrícula supre a ausência da data de validade no documento;
– Professor: apresentar no momento da compra e na entrada do estádio comprovante de vínculo com a instituição de ensino e documento oficial de identificação com foto;
– Idoso [a partir de 60 anos]: Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio documento oficial de identificação com foto;
– Doadores de sangue: Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio certificado de doador fidelizado de sangue, com data de validade, e documento oficial de identificação com foto;
– Jovens de baixa renda: Pessoa com idade entre 15 e 29 anos que pertence à família com renda mensal de até dois salários mínimos, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadúnico. Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio “identidade jovem” (documento que comprova a condição de jovem de baixa renda) e documento oficial de identificação com foto;
– Portadores de necessidades especiais e acompanhante
– Crianças de 3 a 12 anos*

*Menores de 3 anos não pagam. É necessário apresentar um documento de identificação na entrada do estádio.

DUVIDO VOCÊ OLHAR PARA BAIXO E AJUDAR A GENTE




Em uma noite em que Fábio brilhou no gol, fazendo defesas difíceis, Athletico-PR e Cruzeiro ficaram no empate sem gols na Arena da Baixada, nesta quarta-feira, pela 31ª rodada. O time paranaense teve o domínio da partida, mas esbarrou no paredão azul, mesmo jogando com um a mais em boa parte do segundo tempo. Resultado impede de o Furacão chegar ao G-6 do Brasileiro e afasta a Raposa um pouco mais do Z-4.

ASSISTA OS MELHORES MOMENTOS DO JOGO



O Athletico está finalmente dentro do G6 do Campeonato Brasileiro. Foi no sufoco e, na base da insistência, o Furacão venceu o CSA por 1×0, na noite deste domingo (3), na Arena da Baixada, chegou aos 46 pontos e assumiu a sexta posição na classificação da competição nacional. Em alta, o time rubro-negro vai tentar manter a boa fase e seguir entre os primeiros colocados no duelo desta quarta-feira (6), às 21h30, de novo no Caldeirão, contra o Cruzeiro, que também luta contra o rebaixamento.

ASSISTA OS MELHORES MOMENTOS DO JOGO



Novo mascote do Athletico, o Fura-Cão tem feito sucesso nas redes sociais e até na Baixada. Lançado no final de 2018, durante a mudança da identidade visual do clube, de Atlético-PR para Athletico, o cachorro tem um perfil nas redes sociais e se define como “vira-taças”.

O Fura-Cão faz parte de uma família de mascotes, com pai, mãe, filho e filha. Porém, só o cachorro caiu nas graças da torcida. O perfil no Twitter, lançado no último dia 9, tem mais de mil seguidores. Ao ser questionado sobre qual a raça, ele brincou: “vira-taças”.

Além de interagir com a torcida, o Fura-Cão também provoca os rivais. Após o 2 a 1 sobre o Fluminense no Maracanã, por exemplo, ele cutucou os críticos. “E diziam que sem meu tapetinho…”, em referência às críticas de que o Athletico não vence longe do gramado artificial da Baixada.

O mascote, inclusive, já saiu das redes sociais para as arquibancadas. Alguns torcedores têm levado o Fura-Cão de pelúcia – que custa R$ 144,90 – para a Baixada. “O Fura-cão é o melhor amigo do jovem athleticano”, diz a descrição sobre o mascote na loja virtual do clube.



O Athletico levou susto no primeiro tempo, mas mostrou toda a sua força na Arena da Baixada e goleou o Goiás de virada por 4 a 1. Com a vitória, o Furacão também encerra jejum de 1 mês sem ganhar diante da torcida. Foram três jogos, com dois empates (Chapecoense e Palmeiras) e uma derrota (Flamengo).

No final do primeiro tempo, o Goiás abriu o placar com Rafael Moura em jogada de bola aérea. Já na etapa final, o Rubro-Negro conseguiu passar pela marcação e marcou três vezes para garantir a vitórias. Os gols do time athleticano foram marcados por Léo Pereira, Rony, Adriano e Marco Ruben.

ASSISTA OS MELHORES MOMENTOS DO JOGO



A noite foi de festa na Arena da Baixada, com gritos de “é campeão” no reencontro com a torcida é até aplausos para o presidente do Conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia. Dentro de campo, o Athletico levou um susto, mas goleou de virada o Fortaleza por 4 a 1 e foi aplaudido mais uma vez pelos torcedores.

Com a vitória, o Athletico permanece em 9º, agora com 30 pontos – o Furacão já está garantido na Libertadores de 2020.

Assista os melhores momentos da goleada




Furacão entra em campo contra o Fortaleza pelo Brasileirão nesta quinta-feira. Arena deve ter clima de festa depois de oito dias da conquista nacional
Pouco mais de uma semana após conquistar a Copa do Brasil, o Athletico entra em campo nesta quinta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada, para enfrentar o Fortaleza pelo Brasileirão. Esse será o reencontro do time campeão com o torcedor em um jogo oficial.

Com a vaga na Libertadores de 2020 garantida, o Athletico garante que vai manter a seriedade no Campeonato Brasileiro. O técnico Tiago Nunes pretende usar força máxima em todos os jogos e mira até mesmo fechar a competição dentro do G-6.

COMO VEM O FURACÃO
O Athletico tem três retornos para a partida. O lateral-esquerdo Márcio Azevedo, o meia-atacante Nikão e o atacante Marcelo Cirino, poupados na rodada passada, voltam a ficar à disposição. A tendência é apenas que Cirino fique no banco. Assim, Abner Vinicius e Braian Romero saem do time. Na zaga, Pedro Henrique foi vetado por uma lesão muscular, e Lucas Halter o substitui. Na lateral, Tiago nunes deve manter Madson.

COMO VEM O FORTALEZA
O treinador terá de promover mudanças em praticamente todos os setores. Felipe, André Luís e Felipe Alves estão suspensos. O goleiro tricolor, que foi titular em praticamente todos os jogos, também está lesionado. Marcelo Boeck assume a titularidade. O Fortaleza, mesmo jogando fora de casa, deve ir com uma formação ofensiva, que é própria do time tricolor, com quatro atacantes e dois volantes para a transição. Com André Luís suspenso e com a volta de Wellington Paulista e Felipe Pires, o quarteto ofensivo deve ser composto ainda por Osvaldo e por Edinho.

ONDE ASSISTIR O JOGO
O jogo terá transmissão do canal TNT (TV fechada, menos para região de PR) e pelo aplicativo EI Plus (TV fechada).

ARBITRAGEM
Vinicius Gomes do Amaral apita o jogo. Ele será auxiliado por Lucio Beiersdorf Flor e José Eduardo Calza. O trio é do Rio Grande do Sul. Leonardo Sígari Zanon (PR) será o quarto árbitro. Jean Pierre Goncalves Lima será o árbitro de vídeo, com Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Alex Ang Ribeiro de assistentes.



A campanha contou com quatro vitórias, três empates e uma derrota, com oito gols marcados e cinco gols sofridos.

Athletico x Fortaleza

O primeiro adversário foi o Fortaleza, fora de casa. Contra o time comandado pelo então técnico Rogério Ceni, o Furacão ficou no 0 a 0, em um jogo de pouca emoção na Arena Castelão. Já no jogo de volta em Curitiba, num duelo de ataque contra defesa, o Furacão venceu por 1 a 0, na Arena da Baixada, com gol do atacante argentino Marco Ruben, de cabeça, aos 43 minutos do segundo tempo.
Assista o gol de Marco Ruben que deu a classificação ao Furacão

Athletico x Flamengo

O adversário das quartas de final foi o midiático Flamengo, Nos primeiros 90 minutos da decisão, tudo igual entre os rubro-negros. As equipes ficaram no 1 a 1, na Arena da Baixada, no duelo marcado por emoções, polêmicas e gols anulados após consultas ao VAR. Léo Pereira marcou para o Furacão, e Gabigol fez o do Fla.
Assista os gols do empate

Jogo de volta no Maracanã com 70 mil pessoas, Pênaltis com emoção, brilho de Santos e “cheirinho”
O mesmo placar da Arena da Baixada se repetiu no Maracanã: 1 a 1. Os gols saíram no segundo tempo. O Flamengo marcou com Gabigol, mas o Furacão não desistiu, cresceu no fim e empatou com Rony, levando a decisão para os pênaltis. Nas cobranças brilhou a estrela de Santos, que pegou os chutes de Diego e Everton Ribeiro. Classificado, o Athletico ainda ironizou o time carioca na comemoração, zoando Gabigol e lembrando do “cheirinho”.
Assista os gols e a vitória nas cobranças de pênaltis

Athletico x Grêmio

Derrota dolorida contra o Grêmio Na semi, o Athletico teve o Grêmio pela frente. No primeiro duelo, o Furacão perdeu por 2 a 0, em Porto Alegre, com gols de André e Jean Pyerre. Com atuação abaixo do esperado, o Rubro-Negro foi facilmente dominado pelo time de Renato Gaúcho, que saía em vantagem na primeira decisão.
Assista os gols do jogo

Jogo de volta na Arena e a morte do imortal
Derrotado na ida, restava vencer ou vencer ao Athletico. O Furacão precisava bater o Grêmio por três gols de diferença para ficar com a vaga. Empurrado pela torcida, o Rubro-Negro transformou o estádio em caldeirão e devolveu o placar, com gols de Nikão e Marco Ruben. Nas cobranças, Santos defendeu o último chute, e colocou o Athletico na grande decisão do título.
Assista os gols e a vitória nas cobranças de pênaltis

Athletico x Internacional

E veio a final. E mais um gaúcho pela frente. No primeiro duelo, em Curitiba, o Furacão saiu na frente. Com uma linda festa na arena da baixada o furacão ia para Porto Alegre com uma vantagem. Não poderia faltar uma polêmica né, o Atacante Guerreiro com toda soberba do mundo reclamou da grama, reclamou que o bolso do bambu era muito pequeno e disse que em casa a gente conversa…
Assista o gol de Bruno Guimarães na vitória do Furacão

O jogo da volta e a Taça inédita!

Com a vitória na ida, o Furacão podia até empatar. Ao o Inter, a obrigação de vencer por dois gols de diferença para levantar a taça. Com o Beira-Rio lotado, o Athletico suportou a pressão dos primeiros 20 minutos e conseguiu abrir o placar, com gol de Léo Cittadini, após assistência de Marco Ruben. Ainda no primeiro tempo, o Colorado empatou com Nico López, aproveitando a bobeira da zaga atleticana. Já nos acréscimos, Marcelo Cirino fez uma jogada espetacular e deu o gol de presente para Rony dar números finais à decisão e fechar com chave de ouro. É campeão!
Assista os gols do jogo

FESTA DO TÍTULO DO ATHLÉTICO PR CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL 2019

DRIBLE ABSURDO DO CIRINO, PASSE E GOL DE RONY