O técnico Tiago Nunes terá que montar um “quebra-cabeça” para o duelo entre Athletico e Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil. Entre suspensos e lesionados, o Furacão já tem 10 desfalques certos – e a lista pode aumentar se o lateral-direito Jonathan for vetado pelo departamento médico.

O zagueiro Léo Pereira cumpre suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo na partida de ida.

O lateral-direito Madson e o meia-atacante Thonny Anderson pertencem ao Grêmio e ficam fora por questão contratual.

O zagueiro Pedro Henrique não pode jogar a Copa do Brasil por já ter defendido o Corinthians na edição deste ano.

Os laterais-esquerdo Adriano e Abner Vinícius e o meia Everton Felipe, contratados após o prazo de inscrições do torneio, também ficam fora.

O zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho, punidos com seis meses de suspensão pelo caso de doping, só voltam em novembro.

Por fim, o meia Bruno Nazário desfalca o Athletico por pelo menos dois meses. Ele teve que passar por uma cirurgia no joelho direito.

O lateral-direito Jonathan, fora dos últimos quatro jogos, está em fase final de recuperação e será reavaliado. Se ele for vetado, Khellven entra.

O grupo principal do Athletico conta com 29 jogadores. Ou seja, um terço do grupo não terá condições de jogo. Para suprir as carências, jovens que vinham treinando com o grupo de aspirantes, como o atacante Pedrinho e o próprio Khellven, podem ser relacionados.




Furacão Ads

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>